quinta-feira, 30 de setembro de 2010

IGREJAS QUE ESTÃO MORRENDO

“Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, mas estás morto. Sê vigilante e confirma o restante que estava para morrer, porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus”.

O texto acima faz parte da carta dirigida ao anjo da igreja, o pastor da igreja de Sardes. Entende-se na leitura das cartas dirigidas às igrejas da Ásia que o conteúdo estende-se à membresia e ao estado da congregação. Assim como a igreja de Sardes tem muita igreja, em nossos dias, que vive apenas de fachada e de marketing e mídia. Pensando nisso, comecei a avaliar o que pode levar uma igreja a adoecer e morrer. Tentei reproduzir aqui o perfil de uma igreja moribunda ou morta e de uma liderança sem vida.

Para nossa reflexão: Que carta o Senhor Jesus escreveria para nossas igrejas hoje ou para as lideranças que aí estão?

Perfil das Igrejas que Estão Morrendo.

Igrejas que reduzem o tempo destinado à exposição da Palavra e trocam a Palavra por teatros, jograis e coreografias;
Igrejas que enfatizam o louvor em detrimento do ensino e desprezam a centralidade da Mensagem da Cruz;
Igrejas que acolhem a teologia da prosperidade e empobrecem espiritual e doutrinariamente;
Igrejas que dão ênfase exagerada aos dons espirituais em detrimento da reflexão teológica;
Igrejas (ditas cristãs) que negam a Trindade como rezam as Escrituras Sagradas;
Igrejas que perderam o compromisso com o Evangelismo e Missão;
Igrejas cujo amor pelas almas foi suplantado pelo amor aos cargos eclesiásticos e políticos;
Igrejas cujo sentimento de doação ao próximo, foi sepultado pelo compromisso com seu próprio ego, visão ministerial e projetos;
Igrejas que trocaram a vida piedosa de oração pela agenda de inúmeras festas, algumas de caráter judaico, como se fossem judeus ortodoxos;
Igrejas que perderam o compromisso com a adoração e a consagração de seus membros em nome de uma liturgia oca de significado, vazia, sem base bíblica;
Igrejas que dizem possuir ministérios criativos, mas desprezam o dinamismo do Espírito explícito nas páginas do Livro Sagrado;
Igrejas que optam pelos pobres em nome de uma teologia que alega lutar pela igualdade e inclusão social, mas que se preciso for pega em armas para derramar sangue em nome da justiça;
Igrejas que optam pelos ricos, visando os altos e gordos dízimos, para em nome de Deus construir catedrais, onde o ofertante pobre fica em pé ou assenta-se nos últimos bancos;
Igrejas que defendem o casamento entre homossexuais e o aborto;
Igrejas que defendem o homossexualismo no sacerdócio;
Igrejas que tratam o pobre de “irmãozinho” e o rico de “doutor”;
Igrejas que têm opção preferencial pelos formados, políticos e celebridades;
Igrejas que defendem a frouxidão moral frente ao pecado e alargam a porta que Cristo declarou estreita;
Igrejas que sob pretexto de contextualização, mundanizam-se e, nem evangelizam e nem se contextualizam de fato, mas perdem seus membros para as práticas mundanizantes;
Igrejas que priorizam o caixa e não o altar;
Igrejas que pregam liberdade, mas encontram-se presas a escândalos;
Igrejas que escondem suas mazelas nos porões da história da denominação;
Igrejas que fracassam na ação espiritual, social e doutrinária, porque trocaram a visão de seus pioneiros;
Igrejas que vivem de novas “unções”, tais quais: unção da conquista, unção de ousadia, unção da multiplicação;
Igrejas que aumentam em número e diminuem em calor humano;
Igrejas que crescem em patrimônio, mas decrescem em Graça;
Igrejas que avolumam propriedades, mas perdem a essência de ser Igreja;
Igrejas que trocam a Palavra Escrita pela “palavra confessada”;
Igrejas que pregam cura, mas são doentes doutrinariamente;
Igrejas que têm destacada expressão na mídia, mas são omissas na práxis;
Igrejas que defendem a ortodoxia, mas mentem na ortopraxia;
Igrejas cuja liderança visa lucro e não o bem estar espiritual do rebanho;
Igrejas cujos pastores visam a permanência perpétua no poder;
Igrejas cujos líderes promovem os parentes e perseguem e matam os profetas;
Igrejas cujos obreiros descobrem no ministério uma fonte de lucro e desprezam “as mesas”, isto é, o serviço aos santos.

Graças a Deus que mesmo em Sardes ainda há gente comprometida com o Reino e que guardaram as suas vestes sem mancha e que andarão de branco, porquanto são dignas disso.

“Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram suas vestes e comigo andarão de branco, porquanto são dignas disso. O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas”.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

19 comentários:

Perfume de Cristo disse...

Graça e Paz
Pr.Guedes ,que texto "triste",mas real, confesso que as lágrimas são inevitáveis ao ler seu artigo.Mas graças a Deus ainda há um povo que não está contaminado,e prosseguem adorando em espírito e em verdade,são aqueles que não mancharam as suas vestes.
Em Cristo
Cláudia Mariz
http://saronperfume.blogspot.com

Pastor Guedes disse...

Querida irmã Cláudia,

Graça e Paz!

Obrigado por sua visita e por seu comentário.

De fato, infelizmente, é um texto triste, uma vez que triste é a realidade das igrejas ditas cristãs e lastimável a situação dos líderes dessas igrejas.

Sim, graças a Deus porque ainda há um remanescente que ainda não dobrou seus joelhos diante do "Baal" da modernidade e nem beijaram seus pés.

Deus lhe abençoe.
No Amor de Cristo!

opoderdasescrituras disse...

Prezado e amado Pr Guedes,

Constantemente quando entro na Net, dou uma passadinha no seu blog e em outros bons blogs, as matérias são muito boas e as informações e opiniões, igualmente! Dou graças a nosso Deus, pois realmente tenho visto, alguns, que se mantém vivos e lucidos, não só no relacionamento com Deus, como em zelar e divulgar verdadeiramente a verdade da palavra de Deus. Nisto, mais uma vez estamos unidos; quando a uma semana o Senhor me inspirou a escrever um artigo com tema parecido ou relacionado com o seu. Ainda o não disponibilizei, mas espero em fazê-lo em breve, esse fim de semana. Espero a sua visita e o seu comentário, opinião, sugestão; pois para nós que estamos juntos nesta peleja, é importante discutirmos, no bom sentido; ou seja, trocarmos experiencias. Que assim seja! Ah! coloquei um link do seu blog no meu rol de links recomendados! Que Deus continue lhe abençoando!

em Cristo,
Pr Alex Oliveira.

http://opoderdasescrituras.wordpress.com

Pastor Guedes disse...

Meu Querido Pr. Alex, a Paz do Senhor!

Fico muito grato por sua visita e por seu comentário sempre amigo.

Precisamos estreitar nossos laços de amizade, mas tenho dificuldades para trabalhar com a modalidade do seu blog (que é wordpress), mas vou ver se consigo colocá-lo pelo menos entre os meus indicados.

Pode deixar, vou ler o seu texto quando publicado e deixarei um comentário.

Sua amizade me faz bem!

Abraço.
No Amor de Cristo!

opoderdasescrituras disse...

Pr Guedes,

Disponha os agradecimentos! Mais do que o compartilhamento de links, ou trocas de gentilezas; estamos aqui, como o sr falou, para estreitar os laços de amizades. Creio eu que não estamos aqui para fazer nossos pensamentos ou nossos blogs conhecidos; mas para zelar e divulgar a palavra de Deus. Não estamos, como alguns o fazem, em uma disputa de melhor blog. Divulguei o seu link, pois o seu blog foi achado digno de o ser; pelo seu conteudo e pela sua pessoa. Quanto ao link do meu blog, não precisa se dar o trabalho de divulga-lo, visto ser bastante humilde. Darei-me por satisfeito se, apenas, me agraciares com a sua presença e o seu comentário. Sem falsa modéstia! Como dizem os pastores que frenquenta o seu blog, embora eu meça 2.04 altura (irmão Alberto que o diga): "Sou o menor de todos vcs"

em Cristo,

PR Alex Oliveira.

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Alex de Oliveira,

Agradeço mais uma vez por suas palavras e quero afirmar a Nobreza de sua pessoa e a Excelência de seus pensamentos no blog.

Abraço.
No Amor de Cristo!

Natanael Lima disse...

Meu caro amigo!
Sem palavras...original, urgente, real, profundo e reflexivo.

Deus o abençoe!
Nata.
natanaellima.blogspot.com

Alberto Couto Filho disse...

Pr Guedes
A paz
Se eu fosse o amigo, corria ao blog do Pr. Alex. Aquele homem de Deus, jogador profissional de basquete tem um pouco mais de 2 metros de altura e configura-se como um armário rsrsrs. Não deixa esse homem se aborrecer.
Vou desmascará-lo: Integrou Ministério de Louvor na mesma igreja que eu; é tecladista; é casado com uma jogadora de vôlei, ex-integrante da seleção brasileira; tem uma filha linda; é um péssimo pescador (vexame!) – Os peixes, aqui da Barra da Tijuca, até hoje, zombam dele.
Contudo, devo admitir sua intimidade com Deus; pastor de igreja viva, verdadeira; líder eficaz, imitador de Cristo; excelente companheiro; marido fiel; pai extremoso e, mesmo que não fosse tudo isto, eu não diria. Rsrs.
Quanto à postagem, digo que me compadeço da igreja que será visitada por Aquele ladrão, sem que ela saiba quando – mas Ele vira, em não havendo o arrependimento. Eu, graças ao Eterno estou naquela igreja que guarda a palavra da perseverança de Jesus e, por isso, sei que Ele me guardará na hora da provação que virá sobre o mundo inteiro, para nos experimentar. E, tenha absoluta convicção que, tal qual o nobre pastor, ninguém tomará a minha coroa. Estou me esforçando para ser um vencedor, como o insigne ministro, e me ver como coluna no santuário do nosso Deus, com o nome da Nova Jerusalém gravado sobre mim.
As lágrimas vêem, mas sei que estão sendo amparadas pelo Senhor das nossas vidas.
O conservo nEle.
Alberto

Pastor Guedes disse...

Caro Nata, a Paz do Senhor!

Vindo de você essas palavras fico até sem graça. Você é que é um comunicólogo e sabe dizer tanto em tão poucas palavras, como aqui em seu comentários, tanta coisa boa e bonita!

Abraço.
No Amor de Cristo!

Pastor Guedes disse...

Caro Alberto, a Paz do Senhor!

Já tive o prazer de correr ao blog do amigo, mas não percebi as habilidade que você falou acerca do basquete e a capacidade de afugentar os peixes da Barra. Realmente, percebe-se nas palavras do referido pastor e amigo uma vívida comunhão com o Altíssimo e um sério compromisso com o Reino!

Mas, por falar na Barra, estive aí no reveillon passado e tudo leva a crer que estarei outra vez neste ano, senão no reveillon, talvez em janeiro para passar uns 15 dias. Quem sabe eu poderia lhe visitar para aprender um pouco com sua sabedoria ou conhecer o Alex pessoalmente, sua linda família, e também ajudá-lo na pescaria?!

Quanto ao estado das igrejas, tentei fazer um apanhado, mas ainda há muito a ser dito, tanto em caráter espiritual como doutrinário, litúrgico e administrativo. Creio que estarei lá também, mas somente pela Graça meu Amigo! Eu amo a Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo!

opoderdasescrituras disse...

Prezado Pr Guedes, a paz do Senhor!

Não dê bola para irmão Alberto em suas palavras, quando diz que os peixes fogem de mim, são apenas estórias de pescador, rsrsrs! Pergunte a ele o que aconteceu naquele fatídico dia com a sua linha de pesca e verás!!

Bom, passei aqui para dizer que promovi no meu blog um tipo de fórum de discussão a respeito do tema: UNÇÃO DE DEUS. Sentir-me-ei honrado e agraciado com sua presença e mais ainda com o seu comentário que, tenho certeza, ira nos edificar sobremaneira. Abraço fraterno.

em Cristo,

Pr Alex Oliveira.
http://opoderdasescrituras.wordpress.com/2010/10/04/o-que-e-uncao-forum-de-discussao/

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Alex, a Paz do Senhor!

Só espero não está enrolado no meio de "estórias de pescadores" (rsrs) e vou deixar o Alberto responder.

Quanto ao fórum de seu blog abençoado, vou visitá-lo sim e participar. É uma honra.

Abraço.
No Amor de Cristo!

Alberto Couto Filho disse...

pr Guedes,

Tenho uma idéia:
Ao final do ano, em pleno verão, reunimo-nos os três aqui no litoral e as dúvidas sobre a incompetência do pastor Alex serão tiradas.
Ele é muito bom manuseando a Bíblia Sagrada, mas com uma vara de pesca às mãos é um "pescadorzinho" muito do mixuruca.
De repente, a gente se encontra aqui pelo Rio ao final do ano. Eu acho uma ótima idéia. Que acham?
Até lá já estarei cuidando da 2ª edição do livro rsrsrs
Eu, o servo melhor pescador que Pedro.
Alberto

Pastor Guedes disse...

Caro Alberto e Pr. Alex, a Paz!

Eu topo. Espero que o pastor Alex também tope, mas já vou adiantar que sou péssimo pescador e, acostumado à cidade grande, não tenho paciência com a pescaria...(rsrs).

Abraço.
No Amor de Cristo!

opoderdasescrituras disse...

A Paz Pr Guedes!!

Quero vos dizer que, estarei desde já, tomando aulas de pescaria! Sei, porém, que fui chamado mesmo é para pescar homens!!

Dia 30/12 terei um casamento, e provavelmente estarei indo antes para o Rio; se Deus permitir, nos veremos então!!

Em tempo... sigo esperando a exposição de vocês no meu fórum! Tenho muito que aprender com vcs!! Deus nos abençõe!

Pr Alex.

Pastor Guedes disse...

Pr. Alex, a Paz!

kkkk...

Estarei no Rio no Reveillon ou logo depois, em Janeiro. Estou dependendo da confirmação de uns parentes que vêm passar a virada do ano comigo. Seja como for a probabilidade de nos encontrar e pescarmos é grande. Preciso ter aulas com você e com o Alberto, mas pelo que entendi aulas de como "não pescar".

Quanto ao forum eu não esqueci. É que não quero escrever qualquer coisa.

Abraço.
No Amor de Cristo!

Fernando Mercurio disse...

Houve uma época em que quase me rendi às promessas e falácias de tais igrejas.

Nunca tive medo destas igrejas, mas temi muito ao saber que um dia eu mesmo poderia acabar "morto" junto com elas, caso continuasse buscando a "novidade de vida" que a maioria delas prometem.

Agradeço muito por Deus ter me chamado ainda jovem, com 16 anos de idade, para servi-lo na igreja onde congregamos até hoje.
Aprendi a importância da renuncia, do batismo nas águas, da busca pelo batismo no Espírito Santo.
Creio que isso tudo me manteve com um "coração sincero" mesmo quando não tive forças e acabei me afastando. Foi quando procurei outras "igrejas".

Mas é isso meu irmão, glorifico e agradeço ao Deus Vivo a quem adoramos e servimos em nossa denominação por ter me mantido com um coração sincero e me mostrar como o chamado de Deus é sério e também agradeço por outras denominações que não se deixaram seduzir pelo engano.

Confesso que estava com saudades de comentar seus tão bem-aventurados posts.
Graça e Paz meu querido pastor Guedes.

Pastor Guedes disse...

Prezado Fernando, a paz!

Outra vez quero agradecer por suas visitas e comentários.

Louvo a Deus pela igreja que congregamos (que não é perfeita) e pelo pastor que temos (um homem de Deus), e louvo a Deus por sua vida que está na presença de Deus se esforçando (como eu) para chegar ao Céu.

Abraço.
No Amor de Cristo!

Pb Fernando disse...

Pastor Guedes a paz do Senhor Jesus!

Confesso em Cristo que, fiquei sem palavras diante de uma tão grande verdade! Que Deus tenha misericórdia de seu povo!